terça-feira, 8 de julho de 2014

Caldo de udon e vegetais com bife grelhado


E pronto...segundo os meus informadores portugueses, parece que agora os dias começam a ficar defintivamente melhores por aí e vocês começam a ter um verdadeiro verão nesse país à beira-mar plantado...aproveitem bem ;)   Por cá, o tempo continua igual a si mesmo: sol, cinzento, trovoada, sol, chuva, muito calor, uns chuviscos, sol, umas rajas de vento, sol....estão a ver a ideia certo?! ;) hehe
Por isso eu continuo com as minhas comidinhas que não são nem de verão nem de inverno. São comidas...destas...simples, saborosas, com o toque de conforto necessário e com uma "aragem" de cor e de frescura digna desta estação :)



Ingredientes para 2 pessoas: 
2 bifes (a vosso gosto mas que sejam bons para grelhar)
Sal e pimenta q.b.
2 colheres de sopa de molho de soja + 1 pequeno fio de molho para temperar os bifes
500 ml de caldo de galinha
500 ml de caldo de legumes
1 colher de café de molho de peixe
1 colher de chá de pasta de soja
1 colher de chá de mistura 5 especiarias
1 colher de chá de alho em pó
1 colher de café de gengibre em pó
½ pimento cortado em tiras finas
1 cenoura grande cortada em finos palitos
½ curgete cortada em palitos
2 mãos bem cheias de couve chinesa cortada em juliana
2 spring onions cortadas finamente
1 cebola branca média cortada em meias-luas
400 gramas de udon 


- Temperar os bifes com uma pitada de sal e pimenta e um fio de molho de soja. Reservar.

- Levar ao lume um tacho com o caldo de galinha e de legumes, o molho de peixe, o molho de soja, a pasta de soja, a mistura de 5 especiarias, o alho em pó e o gengibre. Colocar em lume médio e deixar levantar fervura e ferver durante cerca de 10 minutos.

- Nessa altura, adicionar à panela todos os vegetais (exceto as spring onions) e deixar cozinhar, em lume médio, durante cerca de 4 a 5 minutos. 

- Entretanto, grelhar os bifes até estarem cozinhados a vosso gosto, retirá-los para uma tábua ou prato e deixar repousar um minuto antes de os fatiar.

- Cerca de 2 minutos antes de servir, acrescentar o udon à panela e deixar cozinhar um pouco (não precisam sequer de ter o lume aceso nesta altura, podem perfeitamente desligar, juntar o udon ao tacho e tapá-lo, deixando que a massa cozinhe com o calor residual).

- Servir o caldo com os legumes e o udon e acompanhá-lo com os bifes fatiados, tudo polvilhado com as spring onions.

8 comentários:

  1. Que comida tão apetitosa, mesmo de conforto! :)

    Confesso, devo ser das poucas pessoas a que a cidade de Londres não fascina minimamente, mesmo nunca tendo lá ido, é local que não acho atraente, talvez esteja enganada não sei, e também uma das razões seja o tempo quase sempre cinzento como dizes!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Marlene :)
      Quanto ao resto, nem todos temos de gostar do mesmo...e ainda bem que assim é ;) Eu, pelo contrário, sempre tive um fascínio imenso e um desejo enorme de conhecer Londres e todo o Reino Unido...e olha, quis o destino que a primeira vez que aqui viesse fosse para ficar ;) hehe
      De qualquer forma, posso estar enganada mas acho que, mesmo sem esse fascínio inicial, irias gostar de Londres se cá viesses. Acho que é, aliás, uma cidade muito difícil de não se gostar! O tempo pode chatear alguns (ainda não apanhei o inverno, aí deves-me ouvir a gritar bastante de nervos :P hehe) mas não é assim tão mau quanto isso, pelo menos para mim! E é uma cidade fantástica, cheia de coisas para ver e para fazer :)
      Beijinhos *

      Eliminar
  2. Ficou com óptimo aspecto este teu prato! Deve ser bastante aromático e reconfortante :)
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É simples e bem reconfortante Pimentinha :)
      Beijinhos *

      Eliminar
  3. Que estranhooo! Às vezes quando era pequena a minha avó fazia-me uma massa grossa esquisita de que eu não gostava (e que, como sempre, achava que eu adorava. Como com o grão de bico, de que nunca gostei, mesmo quando o meu pai me dizia que eram cabeças de galinha, e que era insistentemente posto na massa da minha avó porque "eu sei o quanto gostas de grão de bico", que era o que ela dizia enquanto pegava em mais grão de bico para pôr uma pilha no meu prato perante a minha cara de pânico. Eu acho que isto é tudo porque eu, já que não gostava do grão de bico, comia-o primeiro para depois comer a massa em paz. Só que não resultava, pelos vistos. Demorei demasiado tempo a aperceber-me disso :P Como os pauzinhos com queijo da vaca que ri. Eu a guardar o queijo (melhor parte, obviamente) para o fim e chega lá alguém "Ah, só gostas dos paus, não queres o queijo? Deixa lá que eu como!", enquanto come o MEU queijo, arduamente conseguido, com uma colher perante o meu esgar de raiva. Ou quando como sobras de frango e deixo um pedaço de peito (a melhor parte, outra vez) para o fim e acaba por ser engolido por algum devorador cruel de frango que nem sequer repara que está a ser guardado sob a MINHA custódia. Ou quando estou a comer espetadas e guardo um pedaço de pimento para o fim (que, novamente, é a melhor parte) e alguém sem qualquer tipo de piedade diz "ah, eu gosto do pimento", e o sorve rapidamente enquanto eu aproveito para deitar mau olhado. Pronto, o aparte foi demasiado grande.) parecida com essa, mas não tinha um nome tão chique :P Deve ser boa, assim tem um aspeto mesmo giro.:)
    O tempo não está mau, mas não está grande coisa (e olha que não é (só ;)) solidariedade, está um vento bem forte).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem me visse a rir agora em frente ao PC pensava logo que não devo "bater" lá muito bem desta cabecinha :D ahahahah (e se calhar, não bato mesmo :P )... Esta massa é asiática e não tem tem praticamente sabor nenhum, é mesmo muito neutra. É ótima para caldos e para fazeres os temperos a teu gosto e depois é só envolvê-la neles, porque ela já vem cozida em embalagens!

      Eliminar
  4. Vânia, nunca comi Udon, mas vejo que em termos de aspecto é parecida com a nossa massa meada... Sendo um ingrediente de origem asiática, de sabor provavelmente é diferente?!
    Gosto muito do aspecto deste teu pratinho, leve mas bem composto ;)
    E sim, o bom tempo parece que vai chegar finalmente!!! :)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim Susana é parecida sim senhora :) Mas penso que o udon é ainda um pouquinho mais grosso que a meada... em termos de sabor é diferente porque a meada é feita com ovo e estes noodles são basicamente feitos à base de água e farinha. São extremamente brancos de aspeto e, só por si, não têm praticamente sabor nenhum. Por isso são ótimos para se colocarem num caldo de inspiração asiática ou simplesmente para serem "atirados" para a wok e salpicados com os temperos que mais gostarmos :) O homem cá de casa é que me introduziu nesta descoberta, quando ainda estávamos em Portugal, porque ele adora! Nunca encontrámos em nenhum supermercado em Portugal mas, quando íamos a Lisboa ou ao Porto, costumávamos trazer alguns pacotes das lojas asiáticas. Confesso que gosto muito mais dos noodles chineses, aqueles típicos à base de ovo, mas agora temos sempre umas embalagens destas também aqui por casa para variar de vez em quando :)
      Beijinhos *

      Eliminar