domingo, 24 de agosto de 2014

Sloppy Joe's Bagels


Quando era mais nova, lembro-me que odiava os domingos. Odiava mesmo profundamente estes dias. Andava toda a semana desejosa de que chegasse o fim de semana e, quando o sábado terminava, passava todo o domingo a "bufar" de um lado para o outro. Era uma chatice porque não havia nada para fazer, especialmente no inverno, estava tudo fechado e os amigos estavam por casa. Quando fui para a faculdade, também não me tornei propriamente uma grande fã destes dias porque, regra geral, significavam que tinha chegado a casa para passar o fim de semana ainda nem há 48 horas e já tinha de estar a arrumar a mala para uma nova semana e, muito provavelmente, a fazer viagens de comboio e autocarro. Mas, quando comecei a trabalhar, descobri o quão maravilhosos podiam ser estes dias e os domingos passaram a ter para mim completamente outro significado e encanto :)  São dias de descanso em casa, de ler um livro ou ver televisão sem pensar em grandes coisas (dias de "domingar" portanto :P), ou então de passeios calmos e tranquilos, daqueles que servem só mesmo para espairecer e alegrar :)  Mas uma coisa os domingos sempre tiveram em comum, em todas as fases da minha vida: a comida! A comida de domingo, ou como sempre gostei carinhosamente de lhe chamar a "comida decadente de domingo", é aquele tipo de comida que não dá muito trabalho e que, normalmente, inclui sempre um "pecado" qualquer para a balança mas um imenso conforto para a alma :)  E estes deliciosos bagels que hoje vos trago são a típica comida destes dias aqui por casa ;)  Um bom domingo!



Ingredientes para 2 pessoas: 
2 bagels

Azeite q.b.
Cerca de ½ pimento cortado em pequenos pedacinhos (usei uma mistura de pimento verde, vermelho e amarelo para dar cor e sabor)
1 cenoura grande cortada em pequenos cubinhos
1 cebola branca picada

Cerca de 300 gramas de carne de porco picada

Sal e pimenta q.b.

1 colher de chá de alho em pó

1 colher de chá de colorau

1 colher de chá de orégãos secos

1 colher de sopa de vinagre balsâmico

1 colher de sopa de vinagre de vinho branco

1 colher de sopa de molho inglês

400/450 gramas de tomate pelado em pedaços

2 colheres de sopa de ketchup

2 ovos

Para a salada coleslaw:

2 mãos cheias de couve chinesa cortada em juliana

1 cenoura grande ralada

1 cenoura roxa cortada finamente em meias-luas

4 colheres de sopa de iogurte grego

1 fio de azeite

Uma pitada de sal

1 colher de chá de molho inglês



- Levar ao lume um tacho regado com um pouco de azeite e adicionar os pimentos, a cenoura e a cebola, refogando durante cerca de 2 a 3 minutos.


- Acrescentar a carne à panela, envolver bem nos legumes e temperar tudo com uma pitada de sal e pimenta, o alho em pó, o colorau, os orégãos, os dois vinagres e o molho inglês. Deixar cozinhar durante cerca de 5 minutos, mexendo frequentemente.


- Nessa altura, quando a carne já tiver ganho alguma cor, adicionar o tomate pelado e o ketchup, baixar ligeiramente o lume, tapar a panela e deixar cozinhar por mais 10 minutos. Ao final desse tempo, destapar a panela, aumentar novamente um pouco o lume e cozinhar a carne picada por mais 15 a 20 minutos, até que o molho espesse e fique com uma consistência cremosa e não muito líquida.


- Entretanto, enquanto a carne cozinha, aproveitar para preparar a salada coleslaw. Para isso, basta juntar, numa saladeira, a couve chinesa, a cenoura e a cebola roxa. À parte, numa pequena taça, misturar o iogurte com o resto do molho inglês, um fio de azeite e temperar com uma pitada de sal. Mesmo antes de servir, verter este molho por cima da salada e envolver tudo muito bem.


- Quando a carne estiver pronta, estrelar dois ovos (eu fritei os meus em água, como costumo fazer, porque são deliciosos na mesma e muito mais saudáveis que os ovos estrelados em gordura. Para isso, basta levarem ao lume uma frigideira com um pouco de água – é só mesmo preciso um pouco, cerca de 3 ou 4 colheres de sopa de água- e “estrelar” normalmente os ovos até estarem cozinhados no ponto que mais gostarem).


- Abrir os bagels ao meio e tostá-los ligeiramente na torradeira ou no forno. Recheá-los com a carne picada, cobri-los com o ovo estrelado e servir tudo acompanhado da salada coleslaw.

8 comentários:

  1. Ao contrário de ti, eu sempre adorei os Domingos, pois em pequena era o dia em que íamos almoçar fora e depois ficávamos a tarde inteira em casa dos meus Avós a brincar com os meus primos :) Na adolescência era quando as amigas vinham a casa para vermos filmes ou estarmos simplesmente a conversar e agora, já em minha casa, é quando tenho tempo para fazer as minhas coisas. Os meus filhos são como eu, também adoram estar assim o dia inteiro por casa, em pijama :) E é quando tenho mais tempo para cozinhar. Gostei da tua sugestão, óptima para um Domingo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Luísa :) E agora sou tal e qual assim, também adoro os domingos porque posso descansar, estar por casa de pijama, fazer as minhas coisas (ou simplesmente não fazer nada, que também sabe bem...hehe) e tenho imenso tempo para cozinhar e fazer uns bolinhos para a semana ;)
      Beijinhos *

      Eliminar
  2. Domingo = dia de sofá, leitura e descanso. Que tu passis bé...........................

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisamente José :) E que bem que sabe :)
      Um ótimo domingo!

      Eliminar
  3. Ainda tenho aquela sensação um bocado fúnebre aos domingos, aquela atmosfera de "amanhã... é segunda... nãããão!" e de o dia passar depressa de propósito para a semana chegar... o dia meio cinzento... :P
    (não aplicável a domingos que precedem feriados, obviamente ;))
    Ainda por cima a programação televisiva de domingo à noite é triste :P É uma competição entre um monte de programas e nenhum deles se safa... Gravações automáticas, o que eu faria sem vocês :P
    Estas férias reparei que a minha avó fazia comida de "cerimónia" ao domingo! Ela: e hoje, o que vamos comer? / eu: ovos cozidos ou peito de frango cozido ( -> não gozes, já sabes que sou preguiçosa ;)) / ela: oh, eu estava a pensar em fazer um assado... é domingo, vamos lá cozer ovos ou frango / eu: *cara surpreendida enquanto me lembrava de todos os pratos "chiques" que a minha avó fazia aos domingos e em que eu nunca tinha reparado* Está bem. (não é possível negar os assados da minha avó :P).
    Agora com o Insanity também ganhou a reputação de rest day, por isso já não vai mal.
    Sempre fui pessoa de preferir as sextas, porque prefiro mil vezes fazer o pior primeiro, percebes? Então prefiro ainda que ainda não seja fim-de-semana mas que esteja para breve.
    Essa comida tem mesmo bom aspeto :) É aquele tipo de comida confortável mesmo engraçada, à filme :)
    Vou parar de dizer mal do domingo e desfrutar do meu :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também prefiro as sextas, sem qualquer sombra de dúvida...mas agora é mesmo altura é de aproveitarmos o resto do domingo :D hehe

      Eliminar
  4. Olá,

    Também prefiro as sextas pois é a véspera de estar 24 horas com os meus rapazes e não ter horas nem times para fazer nada.
    Quanto a comida de conforto, apesar de adorar, fujo a sete pés pois o receio de tornar a ser obesa apodera-se de mim.
    Adorei a tua "sloppy joes bagels".

    Beijinhos,
    Clarinha

    http://www.receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim Clarinha, é certo que também prefiro as sextas ;) A perspetiva de um fim de semana inteiro para aproveitar é de longe melhor ;) hehe
      E quanto ao resto, compreendo esses receios mas a comida de conforto não tem necessariamente de ser comida excessivamente calórica e que nos prejudique o peso e a saúde...acima de tudo, há que saber usar bons ingredientes e cozinhar e comer de forma saudável e equilibrada...mesmo criando pratos que tenham aspeto de fast-food ;)
      Beijinhos *

      Eliminar