quarta-feira, 25 de junho de 2014

Carne de vitela estufada com cenouras e ervilhas


Decidi tirar um tempinho do pouco que ando a ter para tentar dar uma "arrumação" no meu computador, especialmente nas fotografias que andam por aqui espalhadas. E deparei-me (como acho que acontece a todos nós quando decidimos fazer estas ou outras arrumações) com algumas coisas que praticamente já nem me lembrava que existiam. Muito antes de pensar em criar o blog, já tirava várias fotografias à minha comida. Não tinha o meu novo brinquedo ainda- leia-se, minha máquina fotográfica fantástica que recebi no meu aniversário- e por isso "disparava" com aquilo que tinha à mão: ou o telemóvel (com péssima qualidade, refira-se, porque eu sou pouco dada a gastar muito dinheiro em telemóveis, por isso desde que liguem e mandem mensagens corretamente, está tudo ótimo para mim) ou com a minha querida e velhinha máquina digital (também ela com uma qualidade já muito "velhinha"). E isto porque sempre tive a "pancada" (e continuo a tê-la) de compilar as minhas receitas num ou vários livros de cozinha. Sabem aqueles cadernos de culinária, com receitas escritas à mão, que passam de geração em geração?! Pois bem, também eu quero deixar os meus, para quem quiser um dia...filhos, sobrinhos, netos, não importa...é algo que adoro e a ideia sempre me deu um enorme prazer! Porém, os tempos são outros e, como tal, sempre achei que devia acompanhar essas ditas receitas com algumas fotografias. E por isso fui, ao longo dos tempos, e antes de ter o blog, tirando fotografias aos meus pratos e rascunhando todas as minhas receitas (como aliás o continuo a fazer, ainda que agora tenha adicionado um novo propósito). Deparei-me então com várias dessas fotografias aqui pelo computador e decidi começar a organizá-las de vez. Sim, a maior parte delas são más fotografias! Sim, muitas das receitas são daquelas básicas, tais como esta que vos deixo hoje...mas, independentemente disso, pensei em começar a partilhar com vocês algumas dessas receitas :)  E, como tal, aqui sai hoje a primeira delas :)  Uma espécie de caderninho rascunhado à mão com fotografias antigas ;) hehe



Ingredientes para 4 pessoas: 
1 kg de carne de vitela para cozer/estufar (cortada em pedaços, não muito pequenos)
Azeite q.b.
Sal e pimenta q.b.
2 colheres de sopa de colorau
2 colheres de sopa de molho inglês
1 colher de sopa de tomilho seco
2 colheres de sopa bem cheias de farinha
2 dentes de alho inteiros, sem casca e ligeiramente esmagados
1 cebola grande cortada em meias-luas
3 cenouras cortadas às rodelas ou em pequenos pedaços
Cerca de 200 ml de polpa de tomate
250 ml de vinho tinto
250 ml de caldo de galinha ou de carne
2 chávenas cheias de ervilhas congeladas
2 colheres de sopa de sopa de cebola 
 
- Levar ao lume uma panela bem regada com azeite. Quando começar a ferver, juntar os pedaços de carne e temperar com uma pitada generosa de sal e pimenta (usei uma mistura de vários grãos de pimenta), o colorau, o tomilho e o molho inglês. Deixar que os nacos de carne alourem bem, cozinhando-os durante cerca de 5 minutos.

- Nesta altura, juntar a farinha, envolver bem na carne e adicionar de imediato os alhos, a cebola, a cenoura e a polpa de tomate, misturando tudo muito bem. Regar a panela com o vinho tinto e o caldo de galinha. Com o lume médio/alto e com a panela tapada, cozinhar a carne durante 10 a 15 minutos.

- Ao final deste tempo, juntar as ervilhas, a sopa de cebola e cerca de 1 copo de água (vão verificando de vez em quando o molho e a sua consistência ao longo da cozedura, porque poderá necessitar que se vá acrescentando mais um pouco de água). Tapar novamente a panela e deixar cozinhar, em lume brando, durante mais ou menos uma hora (ao final desse tempo a carne já deverá estar bem tenrinha, a “desfazer-se”, e o molho bem apurado, mas poderá precisar de mais um pouco de cozedura consoante o vosso fogão e também o tipo de carne que utilizarem).

- Servir a carne com os legumes e o molho, acompanhada de umas batatas noisettes e umas fatias de pão ligeiramente torrado e regado com um fio de azeite e orégãos.



24 comentários:

  1. Adoro este prato, a minha mãe costuma fazer.
    Também escrevinho tudo quanto possa, tenho as receitas todas perdidas em post-it, e. documentos de word, em papéis no frigorífico. E fotografias? já lhes perdi o norte, tive de andar a "cavar" no pc, no disco externo e numas quantas pen's mesmo assim não as achava todas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como eu te compreendo querida Tekas ;) Mas, apesar de tudo, eu tento sempre ser o mais organizadinha possível...não é qualidade nem defeito, é mesmo feitio ;)

      Eliminar
  2. Para mim esta receita não é nada básica...lembra bastante a infância...Um bom estufado supera tudo...é uma excelente comida de conforto...vitela estufada com legumes é dos meus pratos preferidos! A tua têm um aspecto maravilhoso!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Marlene :) E sim tens toda a razão, é mesmo daquelas comidinhas que traz boas recordações :)
      Beijinhos *

      Eliminar
  3. Este clássico da cozinha portuguesa é sem dúvida uma refeição super-saciante e reconfortante !
    É um prato que fica sempre bem e o teu ficou com ums cores tão lindas e tão apetitosas ! Gosto muito ! :)
    Nem me fales em fotografias para organizar no computador, que me dá já aqui uma coisinha má ! Tenho "contentores" delas ! :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada querida Isabel :)
      Apesar de não fazer muitas vezes, este é mesmo aquele tipo de pratos que adoro e que traz ótimas recordações...faz-me lembrar o cheirinho da cozinha da minha avó e das suas comidas de tacho deliciosas :)
      E quanto às fotografias...pois, compreendo-te...acho que já faz parte de nós ;) hehehe
      Beijinhos *

      Eliminar
  4. É mesmo aquela comfort food :) Está mesmo super apetitosa!!
    beijinhos

    http://ratatuidospobres.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo comfort food Xana, uma delícia :) Muito obrigada :)
      Beijinhos *

      Eliminar
  5. Parece muito bom! Também tenho fotografias espalhadas de participar em concursos, pratos que ficam nojentos e eu só descubro depois de tirar fotos, quando provo, receitas não-tão-boas... Mas nunca tive paciência para escrever receitas em caderninhos ou assim. Guardo-as todas no pocket e penso "Tenho mesmo de fazer esta!" para quase todas de casa vez que vou lá. As que faço escrevo no computador ou tento lembrar-me de onde a tirei e da adaptações que fiz quando as publico - enquanto resmungo porque sou idiota e não escrevo as receitas depois de as fazer. Depois adquiro aquela filosofia preguiçosa de "se for bom eu vou fazer outra vez e aí tiro fotografias/ escrevo a receita", o que acaba por ser um bom atestado de qualidade, claaaro ;)
    A ideia de ter um caderninho com receitas é mesmo giro mas não tenho paciência. Além disso, no início ia começar a pôr tudo direitinho e no fim era tudo aldrabado com letra gatafunhada e descrições imprecisas. Acontecia-me sempre isso com os cadernos da escola primária haha no início estão bonitinhos e arranjadinhos, no fim uma porcaria gatafunhada que nem se percebe :) E tenho-os guardados para a posterioridade haha

    ResponderEliminar
  6. Respostas
    1. Obrigada Luísa, e o sabor também valeu bem a pena ;)
      Beijinhos *

      Eliminar
  7. Também ao fazer uma arrumação ao meu disco encontrei dezenas de fotos de receitas que fiz em alguma altura. O meu grande problema é não ter nenhum escrito com as receitas e porque estou sempre a inventar não quero arriscar escrever a receita sem saber bem como fiz. Assim, foi tudo para o lixo.
    Tirando o molho inglês a minha receita de Vitela estufada com cenouras e ervilhas é bem semelhante, uma comidinha bem caseira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohhhh :( Devias ter olhado para as fotos e ir novamente para a cozinha tentar recriá-las Preguiça ;) Assim tinhas receitinhas novas para publicar e um grande desafio culinário ;) hehe
      Beijinhos *

      Eliminar
  8. Um pratinho bem caseiro e que sabe sempre bem. Se fosse eu a encontrar a foto antiga, muito provavelmente já não me lembraria da receita... Nunca faço nada da mesma maneira :)
    bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem eu Pimentinha, tenho exatamente esse mesmo "problema", nunca fazer nada da mesma maneira ;) A minha sorte é que eu rascunho sempre aquilo que faço em algum sítio e estas fotos mais antigas que encontrei e organizei agora, têm quase todas a receitinha original rascunhada pelos meus muitos cadernos, foi só uma questão de procurar ;)
      Beijinhos *

      Eliminar
  9. Valeu a pena a busca nas fotografias antigas, está com um aspecto delicioso e há imenso tempo que não como uma carne assim (e gosto muito!)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  10. Adoro a carne assim estufadinha :)

    Recanto com Tempero
    http://recantocomtempero.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Sou como tu em relação aos telemóveis custa-me muito despender dinheiro para isso e tenho um agora bem melhor porque o meu irmão ofereceu-me ena verdade não uso nem metade das funções que tem.
    Uma carne que me faz lembrar a infância e que bom aspecto, ficou uma refeição deliciosa.

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, os meus também já vão sendo melhorzinhos mas acontece-me o mesmo: não uso nem metade das funções ;) hehe
      Beijinhos Sandra *

      Eliminar