sábado, 12 de abril de 2014

Tarte de leite


Como muitos de vocês viram, neste mês de abril participei, pela primeira vez, no fantástico desafio "Dia Um...na Cozinha", com umas deliciosas queijadinhas de Tentúgal (podem ver a receita aqui). O tema era a Doçaria Regional. Portanto, durante dois dias, andei (quase!!!) literalmente a babar-me para o computador, percorrendo os blogues de todos os participantes, lendo atentamente as suas receitas e trouxe muitas delas comigo (não sei quando terei tempo e oportunidade para experimentar todas mas isso é outra história, o que interessa é que quero muito fazê-lo :P hehe). 
Bem, de qualquer forma, por entre dezenas de participações simplesmente fantásticas, houve algumas que tiveram o condão de chamar mais a minha atenção. A do blog XandaSpot foi uma delas, no qual a Sandra partilhou a iguaria com que participou. E que foram, nem mais nem menos, do que umas Queijadinhas de Leite. E vocês certamente estão-se a questionar "por entre tantos doces desconhecidos, que dão logo vontade de ir para a cozinha testar as nossas habilidades culinárias e colocar os níveis de gula e de glicémia no máximo, esta pequena tonta fica fascinada com umas queijadas de leite?". Siiiimmmmmmmmmm!!! E passo a explicar-vos o porquê. Bem sei que as queijadinhas de leite são muito simples de se fazer e que podem ser encontradas praticamente em todas as pastelarias, de norte a sul do país. Mas quando olhei para as fotografias da publicação da Sandra, "bateu-me" uma saudade da minha infância que não podem imaginar. A Sandra escolheu aquelas queijadas porque, tal como eu, também cresceu com elas, com o grande ponto a favor de que eram os avós dela que as confecionavam em casa, num forno a lenha. Eu não tive essa sorte. Mas tive a sorte de ser criada por uma fantástica avó e por uma excecional tia-avó que, todas as semanas, compravam queijadinhas destas para o lanche da menina :))))
E, como tal, quando vi aquela receita tive de a anotar imediatamente e fiquei com ela na cabeça. Passados poucos dias, um pacote de leite aberto no frigorífico que tinha de ser gasto rapidamente, serviu de pretexto para a pôr em prática! Adaptei a versão dela ao método tradicional (a Sandra usou a Bimby) e optei por fazer uma tarte, em vez de quejadinhas, para experimentar...e correu tãoooo bem, ficou fantástica (gaba-te cesto :P hehe). 
E nem sequer tentem imaginar a minha figura quando finalmente ela arrefeceu o suficiente para a cortar e comer a primeira fatia... comecei a revirar os olhos, a sorrir sozinha e a pensar como era deliciosa e como aquele magnífico sabor me fazia lembrar tão bons momentos! :)  
E cozinhar não é mesmo isto?! ;)



Ingredientes: 
2 ovos
250 gramas de açúcar
500 ml de leite
50 gramas de manteiga derretida
100 gramas de farinha

- Bater os ovos com o açúcar. Adicionar o leite, a farinha e a manteiga e bater tudo muito bem (a mistura vai parecer extremamente líquida mas não se assustem).


- Forrar uma tarte de bolo inglês com papel vegetal e verter nela a mistura. Levar ao forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 30 a 40 minutos, ou até o bolo estar cozido, com uma camada superior ligeiramente alourada. Nessa altura, desligar o forno e deixar o bolo repousar dentro dele durante cerca de 7 minutos antes de o retirar. Deixar arrefecer e desenformar (a parte superior do bolo vai "desinchar" e formar uma espécie de cova mas é mesmo assim que deve ser). 

E, se não for pedir muito, esta é a minha participação do passatempo da Dr. Oetker Portugal. 
As hipóteses de ficar entre os 10 primeiros já são um pouco escassas mas não totalmente impossíveis... nada o é ;)  Até terça-feira, dia 15, as votações ainda continuam a decorrer por isso a esperança é a última a morrer certo? Por isso, venho mais uma vez pedir a vossa ajudinha para deixarem lá muitos Gostos na minha receita simm?? :) Basta carregarem aqui

22 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada Cê :)
      Beijinhos e bom fim de semana *
      Vânia

      Eliminar
  2. Olá! Parece muuuito bom, os teus elogios aprimoram a receita :P Ainda para mais esses bolos com textura diferente (não sei explicar... quase como pudim, que levam leite) ficam mesmo bons! Desde que arranjei uma receita de flan pâtissier que já a fiz mais 1 vez e estou a programar fazer outra, há imensa gente que adora (claro, eu incluída ;))
    Por isso estás a ver que a receita me parece deliciosa! Guardei-a, se um dia me der na telha... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Avelã :)
      Concordo contigo...estes bolinhos que levam leite ficam com uma textura magnífica :)
      E fico muito contente que tenhas guardado a receita...mas ficarei mais se algum diz a puseres em prática. É mesmo fácil e rápida, não custa nadinha e vais ver que compensa imensoooo ;)
      Beijinhos e bom fim de semana *
      Vânia

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Obrigada Luísa :)
      Beijinhos e bom fim de semana *

      Eliminar
  4. Guarda uma fatia para mim,ok? Só para avisar que vou já lá votar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que já não vais a tempo Elisabete mas tenho todo o gosto em fazer uma inteira para ti ;) hehe
      E muitooooooo obrigada pelo voto :)
      Beijinhos e bom fim de semana *

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Obrigada Marijose :)
      Beijinhos e bom fim de semana *
      Vânia

      Eliminar
  6. Olha tu a fazeres doces :D Deve ser deliciosa!
    Tens de vir a Lisboa tipo, em Maio, para vires comigo a um workshop da Cozinha da Duxa e do Barriguinhas - fui a um hoje, muito giro. E vinhas-me visitar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahah :) Podes crer Tekas..e ainda não viste nada.. ando a ficar uma doceira do piorio ;) hehehe
      Ohhhhh foste ao workshop de hoje?! Tão fixe, adorava ter ido também :(
      Temos de combinar isso sim senhora ;)
      Beijinhos *

      Eliminar
  7. É engraçado como todos nós temos inúmeros sabores que associamos à infância! E quando os relembramos é uma felicidade... entendo-te bem :)
    Eu sou fã deste tipo de receitas! :)
    Já votei, boa sorte :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta proporcionou-me mesmo um desses momentos :) Para além disso, é deliciosa ;) hehe
      Obrigada pelo teu voto minha querida :)
      Beijinhos e bom fim de semana *

      Eliminar
  8. Ficou com um aspecto delicioso!
    PS: Já tens o meu voto:)
    Boa sorte!
    Bjos

    ResponderEliminar
  9. Vãnia...ficou linda!
    Adoro queijadinhas, sejam do que for, adoro a textura aveludada.
    A tua grande é melhor que muitas pequeninas. heheheh
    Sei que vou acabar por experimentar (anotação feita).
    Já tens o meu voto, (e também do meu cara metade).
    Bjinhos e bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Cristina :)
      E se adoras queijadinhas, tal como eu, tens mesmo de experimentar esta :) É tão fácil e deliciosa que vale mesmo a pena ;)
      E muitoooooooo obrigada pelos vossos votos :D
      Beijinhos e um excelente domingo *

      Eliminar
  10. Vânia, parece tão boa e tão simples. Já comia :)
    Bjinho e bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Regina :) É precisamente isso...boa e simples ;) hehe
      Beijinhos e um ótimo domingo *

      Eliminar
  11. O aspeto convida e penso que não seja nada difícil de fazer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada mesmo :) É mesmo muito fácil e fica deliciosa :)
      Beijinhos *
      Vânia

      Eliminar